CARREGANDO

Busca

Um aprendizado saudável

Redação O Garibaldense 14/05/2018
Programa envolve mais de 500 crianças da educação infantil em Garibaldi / Fotos: Divulgação

Diariamente, a rede municipal escolar de Garibaldi serve 4.160 refeições. O número abrange escolas que servem a merenda para alunos dos turnos da manhã e da tarde, bem como os educandários de turno integral e as escolas de Educação Infantil, onde a alimentação escolar se torna ainda mais presente.

Entendendo a responsabilidade sobre a nutrição adequada dos estudantes, há dois anos, a Secretaria Municipal de Educação realizou uma reestruturação no cardápio escolar, seguindo não apenas o Plano Nacional de Alimentação Escolar, mas desenvolvendo também projetos voltados à conscientização das crianças, desde o preparo do alimento, até os reflexos disso na saúde.

A nova fase alimentar das escolas municipais é coordenada pela nutricionista Janete Weber, que atua como responsável técnica no setor de alimentação da Secretaria. A profissional atua há 18 anos no ramo e, ao assumir as escolas infantis, há dois anos, sentiu a necessidade de reestruturação. “Colocamos mais frutas e verduras no cardápio, que passou também a ser isento de doces e frituras”, conta a nutricionista.

O incentivo à alimentação saudável se deu, também, com foco na educação alimentar para as crianças menores, matriculadas nas creches. Assim surgiu o Programa de Educação Alimentar e Nutricional, que atualmente engloba seis projetos realizados a cada semestre, de forma alternada, contemplando 508 crianças das seis escolas de Educação Infantil da cidade. “Foi uma forma que encontramos de facilitar a aceitação do novo cardápio, investindo e conscientizando essas crianças sobre a importância de descascar mais e desembalar menos”, explica Janete.

De forma lúdica, os projetos Frutinha, Saladinha, Nutrir, Mamma, Pé de Feijão e Dentinho, englobam uma série de lições voltadas à nutrição adequada, envolvendo as crianças em atividades divertidas, com a participação da equipe escolar e também das famílias.

“Nosso principal objetivo é gerar melhorias gradativas nos hábitos e preferências alimentares das crianças e, consequentemente, diminuir o percentual de sobrepeso”, comenta.

Segundo Janete, uma avaliação realizada no ano passado detectou que 7,8% das crianças das escolas infantis estão acima do peso. “Em um contexto nacional, o nível não é alarmante, mas enviamos orientações aos pais e, entendendo que a maior parte da alimentação ocorre na escola, vamos trabalhar para reduzir este percentual”, garante.

Além da escola - O incentivo ao consumo de alimentos saudáveis promovido pela Secretaria Municipal de Educação se estende para o convívio familiar da criança, por meio do projeto Mamma – Mestre Cuca. Dentro da proposta de envolver as crianças e seus familiares, um kit é enviado de forma alternada aos lares com o convite para o preparo de uma receita sugerida. Para o desenvolvimento da atividade, estão inclusos no kit aventais e toucas de “chef” para a criança e o responsável que o acompanhará no preparo do alimento, além da boneca Mamma, mascote oficial do projeto, que sempre acompanha de perto as receitas. A família também é convidada a fotografar e relatar por escrito como foi a experiência.

“Essa ação acaba unindo a família e faz repensar a alimentação da criança”, avalia Janete.

A aluna Letícia Dezordi Folle, da EMEI Crescendo com Alegria, foi a primeira criança a participar do projeto, ainda no ano passado, e contou com a parceria de sua mãe, Rosangeles, na preparação de panquecas de beterraba, intituladas no projeto como “Panquecas da Princesa”.

“Gostamos muito do projeto Mamma, um jeito divertido que integra família e escola, motivando na boa alimentação de uma forma lúdica que encantou e envolveu toda família”, relata a mãe. “A Letícia ficou encantada pelo kit do projeto, a receita da panqueca de beterraba ficou colorida e deliciosa, aprendendo assim, cada vez mais, a importância da alimentação saudável”, completa.

Outras notícias

Clima e temperatura

 

Online O Garibaldense

O primeiro jornal de Garibaldi

Colunas populares
Curta nossa página