CARREGANDO

Busca

Prefeitura investirá R$ 500 mil no acesso a Tamandaré

Redação O Garibaldense 16/01/2020
Anúncio foi realizado durante reunião da diretoria eletiva e do Conselho Superior da CIC / Divulgação

O prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin, e o secretário estadual dos Transportes e Infraestrutura do RS, Juvir Costella, apresentaram um projeto para melhorar o acesso ao bairro Tamandaré pela RSC 453, através da rua Comendador José Zanetti. O anuncio foi realizado na manhã desta quinta-feira, 16, durante reunião da diretoria eletiva e do Conselho Superior da Câmara de Indústria e Comércio (CIC), na sede da entidade.

O presidente da CIC, Tobias Debiasi, destacou a importância do projeto para solucionar um problema que provoca muitos riscos e já resultou em mortes e danos físicos e materiais. “Além disso, também possibilita melhor acesso ao bairro, onde estão localizadas dezenas de empresas e gera grande movimento de caminhões diariamente”, comentou.

O diretor Geral do Daer, Luciano Faustini da Silva, também participou do evento. O investimento e a execução da obra serão de responsabilidade da Prefeitura, que estima em aproximadamente R$ 500 mil o desembolso.

Cettolin classificou o projeto como definitivo para resolver o problema do local, que recebe cada vez mais fluxo de veículos. Ele disse que as dificuldades financeiras do Estado fizeram com que o município buscasse essa parceria para resolver o problema e garantir a segurança dos usuários da rodovia.

“Este tema surgiu através de demandas da CIC, por intermédio de seus associados. O município já separou um recurso para garantir a construção do ‘Trevo de Tamandaré’”, anunciou.

Costella disse que Garibaldi é um exemplo de parceria com o Estado, investindo recursos municipais em obras que beneficiem a sua comunidade. O secretário apresentou o projeto que será implantado no local, sob fiscalização do Daer e recursos da municipalidade. Destacou ainda que o local é crítico por sua característica. “Hoje esse acesso pode ser considerado uma roleta russa”, classificou.

A partir dos investimentos no local ele diz que, pelo menos, 80% dos problemas serão resolvidos. “Se dependesse dos engenheiros de tráfego, a sugestão seria fechar com um muro no centro da rodovia. Mas isso iria dificultar o acesso. Por isso, essa sugestão propõe o que é viável para melhorar o trânsito e a segurança neste ponto”.

De acordo com o projeto, os caminhões que seguem no sentido Farroupilha-Garibaldi e precisam acessar o bairro deverão fazer o retorno no ‘Trevo da Telasul’. Da mesma forma, os veículos de carga que saírem de Tamandaré e seguir para Farroupilha, deverão fazer o retorno na rotatória da BR 470.

Também será feito um alargamento da pista, criando uma via auxiliar para quem segue no sentido Farroupilha.

“Essa parceria demonstra a preocupação do prefeito em resolver os problemas da comunidade. Esse investimento vai aumentar muito mais a segurança de nós que circulamos diariamente pelo local”, destacou o empresário Ildoíno Pauleto.

Costella disse também que o projeto será levado à análise de técnicos da Secretaria e, em 15 dias, terá uma definição para encaminhamento à licitação. “Pode não ser o que se esperava, mas é o que é possível ser feito para amenizar a situação e os perigos do local”, garantiu.

“É muito frequente o número de acidentes no local e, inclusive, com registros de mortes. Se esse investimento servir para salvar vidas já valeu”, disse o empresário Franco Facchin.

Outras notícias

Clima e temperatura

 

Online O Garibaldense

O primeiro jornal de Garibaldi

Colunas populares
Curta nossa página